Listas

imagem de um boneco 3d branco com um lista vermelha nas mãos

Listar significa relacionar nomes de pessoas ou coisas para a organização de uma ação. Por exemplo:
lista de convidados para uma festa, lista dos produtos para comprar, lista dos compromissos do dia, lista das atividades que serão realizadas na sala de aula etc. Por ter uma estrutura simples, a lista é
um texto privilegiado para o trabalho com alunos que não sabem ler e escrever convencionalmente, mas é necessário que o professor proponha a escrita de uma lista que tenha alguma função de uso na comunidade ou na sala de aula. A escrita de listas de palavras que começam com a mesma letra ou outras similares são inadequadas, pois descaracterizam a função social desse texto.

Situações de aprendizagem

Leitura de listas – É importante propor atividades de leitura em que os alunos são os leitores. Por exemplo: atividade em que recebam uma lista com os títulos dos contos lidos ou dos personagens onhecidos, e tenham de localizar determinados personagens ou títulos; leitura da lista dos ajudantes do dia; da lista de atividades que serão realizadas no dia; da lista dos aniversariantes do mês etc.

Escrita individual de listas – Por ser um tipo de texto simples, as atividades de escrita de listas possibilitam que os alunos pensem muito mais na escrita das palavras (que letras usar, quantas usar, comparar outras escritas etc.). O professor deve propor atividades de escrita de listas que possam de alguma forma ser usadas pelos alunos. Por exemplo: escrever a lista dos
contos lidos, a lista dos animais que já foram estudados e dos que ainda pretendem estudar, lista dos personagens preferidos etc. Vale ressaltar que, quando propomos a escrita de textos em que não há um destinatário específico, é fundamental aceitar as hipóteses e não interferir
diretamente nas produções: não se deve corrigir, escrever embaixo ou coisa do tipo.

Reflexão sobre a escrita – Sempre que for possível, favorecer a reflexão dos alunos sobre a escrita, propor comparações entre palavras que começam ou terminam da mesma forma. As listas são ótimos textos para a realização dessas atividades.

O trabalho com listas (de animais, brincadeiras preferidas, ajudantes da semana etc.) também é adequado na fase inicial da alfabetização. Além de ser um tipo de texto que vem de encontro à idéia das crianças de que só os nomes estão escritos, permite que elas, diante de uma situação de leitura de lista, antecipem o significado de cada item, guiadas pelo contexto (“É de animais”; “É de brincadeiras”; “É de comidas” etc.) e, nas situações de escrita de lista, concentrem na palavra a reflexão sobre quais letras usar, quantas usar, em que ordem usar.

Fonte: Programa de Formação de Professores Alfabetizadores
Coletânea de Textos – Módulo 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s